Eliziane Gama e seus próprios interesses…

Mal Flávio Dino se elegeu no primeiro turno no Maranhão, com o resultado do senado e bancadas federal e estadual sendo definidas no 1º turno, a especulação em torno de uma possível candidatura de Eliziane Gama à prefeitura de São Luís para 2016 já se alastra pela rede de forma exageradamente interesseira.

Essa antecipação precoce da deputada rumo à derrota, atrapalha ela de entender que para chegar a tal, ainda terá um caminho enorme a percorrer, caso queira chegar consistente a cargos mais altos no Estado.

Ao ver a repercussão da já candidatíssima Eliziane, nos vem um pensamento: “os apressados acabam comendo cru“. Os 80 mil votos em São Luís, que contribuíram para a vitória de Eliziane Gama como deputada federal, é o primeiro passo para se pensar em vôos mais altos, porém ela precisa de prudência se quiser chegar ao patamar de prefeita da capital maranhense. A candidata, que inclusive foi eleita pelo quociente eleitoral, não por votos totais, deve primeiramente honrar os votos que a elegeram. Ou seja, se ela espera que o quociente eleitoral a favoreça em 2016, está redondamente enganada.

A “irmã” também precisa apresentar um trabalho mais consistente como parlamentar, pois uma eleição trava a máquina e impede que muitas leis importantes sejam aprovadas em meio à guerra eleitoral. Sair das urnas, já pensando nas próximas eleições, é uma decisão um tanto precipitada, ainda mais vinda de uma deputada que primeiro pensa em representar a si mesmo e aos seus próprios interesses.

Ter se tornado candidata para 2016, mesmo antes de terminar o 2º turno das eleições presidenciais de 2014, com essa atitude Eliziane só pediu para ser alvo de ataques, mediante à precoce e imatura atitude política. A pressa da parlamentar só fez mudar a estratégia de Edivaldo Holanda Júnior, que, se for esperto, já está planejando uma grande reviravolta na corrida à Prefeitura de São Luís, em 2016.

Deixe uma resposta