Presidente do PDT rejeita qualquer aproximação com o grupo Sarney no Maranhão

O presidente estadual do PDT, ex-deputado Julião Amim disse ontem ao Jornal Pequeno que são desprovidas de veracidade qualquer informação sobre suposta participação do partido em bloco composto por PMDB e PV para fazer oposição ao governo de Flávio Dino.  

“Essa boataria não faz o menor sentido. Nós lutamos pela eleição de Flávio Dino e estamos é ao lado do povo. Essa vitória foi o resultado de décadas de lutas iniciadas pelo partido sob a liderança de Jackson Lago. Falar isso é o absurdo dos absurdos, até porque a luta contra o sarneismo foi um dos motivos da criação do nosso partido”, enfatizou Julião.

Para o dirigente do PDT não faz o menor sentido plantar informações desta natureza, pois caso isso viesse ocorrer “seria uma traição a toda a nossa história contra esta oligarquia que acaba de ser varrida do estado”, observou.

Julião destacou ainda que o fato do PDT do Amapá ser aliado do ainda senador José Sarney nada tem a ver com o Maranhão. Para o presidente do partido o apoio de Sarney ao governador eleito, Waldez Góes, “lamentavelmente são fatos que ocorrem na política, mas no caso do Maranhão, nossa história não permite”.   

Deixe uma resposta